fbpx

TESTE – COMO ANDA O SEU NÍVEL DE MOTIVAÇÃO?

Você está motivado?

Você está motivado para conseguir o que você realmente deseja na vida? O quanto é difícil para você atingir seus objetivos?

Querer fazer algo e estar motivado para realmente fazê-lo são duas coisas distintas.

Vejamos. Qual é a diferença entre aqueles que nunca alcançam seus objetivos, ano após ano e aqueles que atingem um objetivo após o outro? Muitas vezes, é o que chamamos de motivação.

Existe uma lista extensa de teorias que explicam como a motivação pode influenciar nosso alcance de objetivos. No entanto, o mais importante aqui não é discutir cada uma destas teorias da motivação e sim, descobrir se você está ou não motivado para vencer obstáculos e alcançar seus objetivos pessoais e profissionais.

Você já se permitiu identificar quais são as causas intrínsecas que te levam a seguir em frente mesmo quando tudo parece ir contra? Realização? Sonho? Prazer? Saúde? Estabilidade financeira? Entenda, este processo de identificação é muito importante, pois são estas causas que após serem refletidas e consideradas, promoverão a definição de metas, o plano de ação e finalmente, o alcance de seus objetivos. Tudo isto alimentado pela sua motivação.

Então, você está motivado? Reunimos, a seguir, um pequeno questionário para lhe dar uma melhor compreensão de como anda sua motivação ultimamente.

A motivação em poucas palavras

A motivação é, sem sombras de dúvida, uma das características mais importantes dos grandes empreendedores e pessoas de sucesso. Muito já foi escrito e falado sobre esse tema e uma das questões mais polêmicas é a respeito se ela vem de dentro de cada um ou se vem do ambiente externo.

Segundo o professor Chiavenato, a definição de motivação é tudo aquilo que impulsiona a pessoa a agir de determinada forma ou que, pelo menos, dá o impulso à ação ou a um comportamento específico, podendo este ser provocado por um estímulo externo (provindo do ambiente) como também ser gerado internamente nos processos mentais do indivíduo.

Através desta informação, pode-se verificar que, na verdade, o ser humano tem uma força interior que o empurra para seguir em busca de um determinado objetivo e deixamos de aceitar exclusivamente as abordagens de pensadores como Maslow, McGregor e Herzberg entre outros, onde com suas teorias de grande conteúdo da motivação concentram-se em dizer que apenas as necessidades internas do indivíduo o motivam a agir de determinadas maneiras.

Piramede Maslow

A teoria da motivação que mais recebe atenção no mundo corporativo e que brevemente vamos percorrer aqui é a de Maslow. Ele, de modo lógico e conveniente, hierarquizou as necessidades humanas em cinco níveis que vão desde as necessidades mais básicas às mais elevadas de realização pessoal.

De acordo com Maslow, o indivíduo é motivado a satisfazer a necessidade que para ele estiver mais urgente naquele momento. Partindo das necessidades fisiológicas, que são as mais básicas, cada necessidade deve ser ao menos parcialmente satisfeita para que ele queira buscar satisfazer uma necessidade nível acima.

Uma conclusão óbvia da teoria de Maslow é que os colaboradores precisam de um salário suficiente para alimentar, abrigar e proteger a si mesmos e às suas famílias de um modo satisfatório, antes de se motivarem com incentivos oferecidos de estima, sentimentos de participação ou oportunidades de crescimento os quais constam no topo da pirâmide.

Como você pode perceber, falar sobre motivação é algo bastante desafiador. No entanto, é importante buscarmos entender um pouco mais sobre a “real motivação” para que, independentemente de circunstâncias externas e alheias ao nosso controle, tenhamos a motivação como uma ferramenta fundamental para nos mover satisfeitos em direção aos nossos objetivos e termos sucesso nesta jornada de conquistas.

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.