Sua marca é humanizada?

Sua marca é humanizada?

Conheça essa tendência, quais os benefícios e como aplicar ao seu negócio.

 

Austeras, impessoais, frias e burocráticas essa é a imagem que a maioria das empresas passa para seu público, intencionalmente ou não. Mas, essa realidade vem mudando ao longo dos anos e cada vez mais as empresas se preocupam em estar próximas ao público.

É nesse sentido que surgem as marcas humanizadas, conhecidas por ter empatia com seus clientes e a se engajar publicamente sobre questões políticas e sociais.

As marcas humanizadas são aquelas que integram os sentimentos e emoções humanas as suas ações e valores.

O porquê dessa mudança? Uma pesquisa recente da Forrester, em 2020, revelou que 25% das empresas poderiam perder mais de 1% de sua receita anual ao não responder satisfatoriamente aos problemas e eventos sociais com os quais seus clientes se identificam.

Por isso, as chamadas marcas humanizadas se tornaram uma tendência no mercado, não só pela necessidade comercial como também pelo crescimento da influência das redes sociais na comunicação com o público.

Principais características:

Embora a comunicação, sobre tudo por meio das plataformas digitais, seja um dos principais diferenciais das marcas humanizadas se engana quem acredita que basta isso. Muito além de postar memes e ter respostas engraçadas para seus comentários, ser uma marca humanizada significa se relacionam com os sentimentos, emoções e comportamentos humanos, como empatia, responsabilidade social, acessibilidade e etc.

Algumas das principais características das empresas humanizadas são:

·       Ter responsabilidade social:

Se uma marca é humanizada nas redes sociais, mas em suas práticas cotidianas isso não se faz presente, tal comportamento acaba gerando efeito contrário. Causando repercussões negativas por usar esses discursos apenas para benefício próprio, e soando como hipocrisia por parte da empresa.

Por isso, a característica mais fundamental de uma marca humanizada é o compromisso que ela assume não só com os clientes e funcionários, mas para a sociedade como um todo.

Por exemplo, se preocupar com questões relacionadas à sustentabilidade, para que suas ações não impactem ao meio ambiente, e responsabilidade social, garantindo condições de trabalho justas para todos seus empregados.

O resultado de tais atitudes tem efeitos positivos significativos. Como indica uma pesquisa realizada por Deloitte, realizada nos Estados Unidos, China, Reino Unido e o Brasil, onde 80% dos participantes responderam que estariam dispostos a pagar mais quando uma empresa eleva seus preços para oferecer melhores salários e se tornar mais sustentável.

  • Ser acessível e empática:

Responder satisfatoriamente às colocações dos usuários, agilizar os intervalos entre a solução dos problemas e eliminar obstáculos para realizar reclamações e solicitações são alguns dos motivos pelos quais os usuários preferem as marcas humanizadas.

Para eliminar a burocracia e deixar a interação com público mais simples e direta, essas empresas usam as redes sociais e outras plataformas online de forma constante e inteligente.

  • Criar um diálogo e gerar conteúdo, não apenas vender:

Outra característica importante de uma marca humana é a comunicação constante, tanto com seus clientes quanto com o público geral.

A comunicação das marcas humanizadas não usa antigos métodos persuasivos e invasivos que simplesmente querem vender mais. Pelo contrário, o objetivo principal é informar, educar e entregar conteúdo de valor.

Com isso, a marca se torna uma autoridade em uma temática determinada e não só de transforma em referência no mercado como estabelece proximidade e a transparência com seus consumidores.

Quais os benefícios:

Assim como as redes sociais facilitaram a divulgação de produtos e serviços para as marcas elas possibilitaram também que os consumidores tivessem mais poder na hora da compra. Se tornando muito mais fácil pesquisar uma empresa, desde o nível de satisfação de outros clientes com seus produtos e serviços até as suas políticas internas de contratação de funcionários por exemplo.

Essa exposição massiva, quando bem utilizada pelas marcas, tem um potencial de alavancar a marca aos olhos dos clientes, deixando de ser apenas mais uma opção no mercado para se tornar referência e autoridade.

Na pratica é uma lógica bem simples se existe duas marcas disputando determinado mercado, mas uma delas usa apenas os meios tradicionais para contato com os clientes enquanto a outra responde rapidamente por meio das redes sociais, qual você escolheria?

Ou ainda, entre essas mesmas duas marcas se uma delas divulga continuamente nas redes a sua preocupação com a escolha de matérias primas sustentável, ainda que a outra tenha a mesma preocupação, mas seus consumidores não tenham essa informação provavelmente vão optar pela primeira opção.

Se posicionar como uma marca humanizada incentiva o engajamento, a proximidade, a transparência e a simpatia do público, sendo essa uma de suas principais vantagens.

Como implementar:

Assim como as redes sociais facilitaram a divulgação de produtos e serviços para as marcas elas possibilitara

  • Crie sua identidade e voz:

Cada pessoa é única e tem uma identidade própria assim também devem ser as marcas humanizadas. Por isso, o branding é a primeira etapa e mais essencial desse processo. É através dele que podemos definir qual é a personalidade da empresa, criar uma identidade única marca e definir os conceitos que ela representa e que serão comunicados ao público tanto online quanto offline.

  • Empatize com sua persona:

A adequação dos conteúdos as personas é uma etapa essencial em qualquer estratégia de marketing, mas nas marcas humanizadas se faz ainda mais indispensável.

Você precisa entender e empatizar com o seu público para se relacionar de forma humana e sincera com ele. E isso significa entender suas motivações, compreender sua visão de mundo, conhecer os problemas que enfrenta no cotidiano e como sua empresa pode ajudar, mesmo que isso não envolva vender o seu produto diretamente.

Fazendo com que aquela persona ideal conheça, goste e se identifique com sua marca muito antes de comprar e o principal que continue nutrindo esse sentimento de admiração mesmo depois da compra.

  • Mostre sua equipe:

É a maneira mais simples e direta de se humanizar a sua marca, demonstra que a empresa é feita por pessoas iguais aquelas que estão comprando. Projetando uma imagem humana e não exclusivamente corporativa.

  • Desperte emoções:

Já falamos aqui sobre a importância nas marcas humanizadas da criação de conteúdo que vá além das vendas e que busca dialogar e educar o público. E parte dessa conexão entre a marca humanizada e os clientes vem justamente de despertar neles sensações e emoções humanas.

Busque sempre causar esse impacto no seu público. Seja por meio do humor, curiosidade, amor e até mesmo sentimentos negativos, como a raiva e revolta, pois quanto mais verdadeiras e humanas forem as sensações que seu conteúdo despertar melhor seu público vai se relacionar com ele.

Por isso, usar as páginas da sua empresa apenas como vitrine para produtos e serviços é uma postura limitada e que desperdiça grande parte dos benefícios das redes sociais.

Nenhum comentário

Publique um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.