fbpx

Resumo da semana no mercado financeiro – 13 a 17/abril 2020

B3: A bolsa brasileira fechou a segunda semana consecutiva em alta, pela primeira vez desde março. A alta foi de 1,68% na semana, mas no mês a bolsa já acumula 8,18% de alta. Contudo, no ano, a queda acumulada é de 31,70%, ou seja, ainda há muito o que percorrer para voltar ao patamar anterior à crise do novo coronavírus. A alta desta semana foi basicamente devido a um otimismo em relação a novos medicamentos que estão sendo pesquisados e que podem ser eficientes para o tratamento e cura do COVID19. Também colaborou para o otimismo o fato de os países europeus apresentarem queda no número de novos infectados, principalmente na Itália e Espanha.  Com isso, a bolsa chegou a operar acima dos 80 mil pontos, mas fechou a semana aos 78,990,29 pontos. A volatilidade do Ibovespa caiu bastante, trazendo a esperança de que aos poucos o mercado vá retornando à normalidade.

Dólar: A moeda norte-americana fechou a sexta-feira cotada a R$5,2359 na venda, com alta de 2,85% na semana. O dólar valorizou-se contra as moedas fortes e também as moedas de países emergentes diante das incertezas sobre a recuperação econômica após a pandemia.

Petrobras: A empresa reduziu o preço médio da gasolina em 8% na quarta-feira, acumulando uma redução de cerca de 50% no preço do combustível nas refinarias este ano. O diesel teve seu valor reduzido em 6%. A decisão de cortar os preços ocorre devido a uma queda no preço internacional do petróleo, que já recuou cerca de 55% neste ano devido a excesso de oferta e diminuição da demanda por causa da crise provocada pelo COVID19.

Magazine Luiza: As ações (MGLU3) tiveram bom desempenho esta semana, subido 7,06% no período. A Magalu anunciou que desenvolveu uma conexão direta com o sistema da Caixa Econômica Federal para o uso de seu canal de vendas online sem a necessidade de cartão de crédito, usando apenas o cartão virtual do banco.

Weg: A empresa é um dos dois únicos ativos do Ibovespa a apresentar valorização acumulada neste ano. Até esta semana, a ação da empresa (WEGE3) registra alta de mais de 10% no ano, recuperando boa parte das perdas do mês de março. A Weg é uma empresa catarinense de fabricação de motores elétricos e ela se beneficia do aumento do dólar. A outra ação que tem desempenho positivo é a B2W (BTOW3), que subiu 2,91% até esta semana.

Cosan: As ações (CSAN3) da empresa recuaram 5,64% na sexta-feira depois que foi divulgado um recuo em vendas de gasolina e etanol de mais de 50%. Contudo, na semana, a Cosan subiu 3,74%.

Vale: Comunicou uma redução na meta de produção de minério de ferro para este ano por conta do impacto na demanda da commodity causado pela crise do novo coronavírus. A projeção inicial de 340-355 milhões de toneladas foi reduzida para 310-330 milhões de toneladas. Na semana, a ação (VALE3) subiu 1,66% e tem sido uma das mais resilientes neste ano, frente a queda generalizada da bolsa.

Juros: Os juros dos títulos públicos recuaram esta semana, devolvendo parte da valorização ocorrida no mês de março. O Tesouro Selic 2026 fechou a sexta-feira pagando 6,65% ao ano, contra 9% ao ano em 23/03. Com isso, o preço dos papéis na marcação a mercado subiram bastante, valorizando os títulos comprados em março. Contudo, no ano, a marcação a mercado ainda resulta em rendimento negativo para esse título. O tesouro IPCA+ 2045 pagava 4,28% ao ano na sexta-feira, contra 4,95% ao ano em 23/03.

Gráficos da semana: Taxa do tesouro prefixado 2026, gráfico de 90 dias (fonte: Tesouro direto). Preço do título do tesouro prefixado 2026 (fonte: Tesouro Direto). Tesouro IPCA+ 2045, taxa, 30 dias (fonte: Tesouro Direto).

decor

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.