fbpx

Resumo da semana 20-24 jan/2020

Bolsa: Na semana, o Ibovespa renovou a máxima duas vezes. Na segunda-feira, dia 21/01, quando atingiu 118.861,63 e na quinta-feira, dia 23/01 quando fechou a 119.5217,63. Contudo, a semana foi de grande volatilidade provocada pelo medo da epidemia provocada pelo novo corona vírus chinês. Os bancos, via de regra, caíram na semana: Bradesco (BBDC4) -3,10%, Itaú (ITUB4) -2,00%. Principais varejistas subiram: Via Varejo (VVAR3) +9,25%, Magazine Luiza (MGLU3) +3,31%. As gigantes caíram: Petrobras (PETR4) -1,84% e Vale (VALE3) -5,61%. Na semana o Ibovespa recuou -0,086%. Alguns analistas apontaram que o recuo do Ibovespa na sexta-feira foi devido à realização de lucros por parte dos investidores. No ano, o índice apresenta valorização de 2,36%.

Petrobras: O anúncio do BNDES de que o banco vai vender suas ações da Petrobras teve impacto no mercado, pois a venda representa quase 10% das ações ON da petrolífera. A tomada de preços (chamada de bookbuilding) será feita em 05/02/2020. As ações serão distribuídas por meio de uma oferta pública secundária simultaneamente no Brasil e no exterior. A oferta depende ainda de aprovação da CVM. Em 23/01, a Petrobras divulgou o início da fase não vinculante referente à venda da totalidade de ações da BSBios Indústria e Comércio de Biodiesel Sul Brasil S/A pela sua subsidiária integral Petrobras Biocombustíveis S.A. (PBio). Trata-se de mais uma ação referente ao seu programa de desinvestimento.

Dólar: Na semana a moeda norte-americana subiu 0,516%, fechando a sexta-feira cotada a R$4,1856 na venda. O ministro da Economia Paulo Guedes, em entrevista ao site Poder360 em parceria com o SBT, afirmou que o dólar alto e o juro baixo são o novo normal da economia brasileira.

Poupança: Em 2019 o rendimento acumulado da poupança foi de 4,3454%, enquanto a inflação medida pelo IPCA foi de 4,31%. Com isso, o juro real da poupança foi de 0,034% no ano, ou seja, a poupança apenas corrigiu o saldo pela inflação. Para 2020, se a SELIC ficar estacionada em 4,5% ao ano, o rendimento da poupança será de 3,15% (70% da SELIC). Como a meta de inflação para 2020 é de 4,0% no ano, é esperado um juro real negativo para a poupança ao final deste ano.

Tesouro Direto: Na sexta-feira, 24/01, o Banco Central diminuiu as taxas de remuneração dos títulos públicos negociados no Tesouro Direto. São três as principais modalidades de títulos do chamado Tesouro Direto: indexado à inflação, indexado à SELIC e prefixado. O título indexado à inflação com vencimento em 2024 oferecia remuneração de 2,36% + IPCA, contra 2,39% + IPCA no dia anterior. Já o tesouro pré-fixado com vencimento em 2022 oferecia taxa bruta de 4,96% ao ano, ante 4,99% ao ano na véspera. O Tesouro Selic, por sua vez, segue oferecendo SELIC + 0,02% ao ano com vencimento em 2025. É bom lembrar que as aplicações em Tesouro Direto precisam ser feitas por meio de uma corretora ou em um fundo bancário, mas existe a incidência de 0,25% ao ano de taxa de custódia sobre o valor do título e o rendimento é tributado pelo Imposto de Renda segundo a seguinte regra:

i. 22,5% para aplicações com prazo de até 180 dias;

ii. 20% para aplicações com prazo de 181 dias até 360 dias;

iii. 17,5% para aplicações com prazo de 361 dias até 720 dias;

iv. 15% para aplicações com prazo acima de 721 dias.

Vamos considerar um investimento no tesouro prefixado, com taxa bruta de 4,96% ao ano. Se o investidor fizer essa aplicação por 2 anos, incorrerá no IR pela alíquota mínima, que é de 15%. Tirando 15% de 4,96%, temos 4,216% ao ano. Tirando a taxa de custódia, de 0,25% ao ano, sobram 3,966% ao ano de rentabilidade líquida. Como a meta do IPCA é 4,0% ao ano, temos aí um juro real negativo também!

decor

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.