fbpx

Estudo sobre o impacto social da micromobilidade na região do Capão Redondo e Jardim São Luis – São Paulo.

A Folha De São Paulo publicou matéria no blog Avenidas, escrito pelo jornalista Rafael Balago, citando um estudo que a Análise Econômica conduziu junto com a Grow Mobility Inc. – com suporte técnico do Celso Campos, da Akademy – sobre o #impactosocial da #micromobilidade na região do Capão Redondo e Jardim São Luis, periferia da zona sul de São Paulo.
Existem muitas iniciativas incríveis conduzidas por empresas preocupadas com impacto social, econômico e ambiental por todo o Brasil. Estudos desta natureza nos dão a certeza de que este é um movimento consistente e sustentável. Em suma, “não se pode gerenciar o que não se pode medir”.
O estudo completo será divulgado em breve.

Leia a seguir um resumo da matéria.

Empréstimo de bikes no Capão Redondo atraiu pouco as mulheres, diz estudo.

No ano passado, a Grow fez um projeto piloto para emprestar bicicletas da Yellow no Capão Redondo e no Jardim São Luís, na periferia da zona sul de São Paulo. Um estudo feito a pedido da empresa mostrou que a iniciativa atraiu mais os homens, com idade entre 26 e 40 anos, e renda mensal de até R$ 2.078. Os dados confirmam uma visão de quem acompanha o uso de bicicletas em bairros mais afastados. “Quem pedala na periferia são os homens. Mulheres brancas e negras estão excluídas da micromobiliidade ali”, disse Jo Pereira, criadora do Mapa Pedal Afetivo, em um evento organizado pela Grow em maio de 2019, no qual foi lançado o projeto no Capão Redondo.

A pesquisa, que ouviu 310 pessoas, mostrou que 30% dos entrevistados trocaram viagens de ônibus pela bicicleta, e 14% deixaram o carro ou moto. Outros 23% deixaram de andar a pé ou de pegar táxi ou carros de app (10%). De acordo com o estudo, 71% dos usuários disseram que adotar a bike permitiu economizar tempo. Além disso, ao trocar o ônibus pela bicicleta, houve também economia de dinheiro, já que cada viagem de ônibus custa R$ 4,40 (R$ 3,25 se o usuário pegar também o metrô), e as bikes eram emprestadas a R$ 1 por 15 minutos.

Leia a matéria completa em: https://avenidas.blogfolha.uol.com.br/2020/03/09/emprestimo-de-bikes-no-capao-redondo-atraiu-pouco-as-mulheres-diz-estudo/

decor

Leave a comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.