4 dicas para desenvolver o Marketing Digital do seu comércio

4 dicas para desenvolver o Marketing Digital do seu comércio


Seja no comércio tradicional ou no e-commerce, a forma como as empresas se posicionam e se comunicam com seu público vem mudando nos últimos anos, como consequência da popularização do Marketing Digital.

Atualmente, mais de 70% das empresas brasileiras apostam nas mídias sociais como ferramenta de estratégia de Marketing para ganhar autoridade em sua área de atuação e conquistar um público maior. E em homenagem ao Dia do Comerciante (16/07), trouxemos algumas dicas que, se adotadas, podem melhorar sua imagem e relação com o seu público na Internet.

1. Conheça seu público

Conhecer seu público é o elemento básico para iniciar sua estratégia de Marketing. Tomar consciência sobre as pessoas que adquirem seu produto ou serviço, vai te orientar para criar uma estratégia mais eficaz.

Muitos comerciantes tendem a pensar que o melhor tipo de marketing é aquele que faz sua loja ser divulgada para o maior número de pessoas e regiões possíveis, mas a realidade é bem diferente. A segmentação é importante para evitar que você desperdice tempo e recursos que não terão retorno algum.

Lembre-se também que cada negócio tem missão, visão e valores próprios, por isso, não adianta adotar a mesma estratégia que seu concorrente ou aquela tendência do momento, pois pode não ser efetiva para você. Invista seu tempo em descobrir para quem você vende e como você vende.

Por exemplo: imagine que você seja dono de uma loja de vinhos.
Seus clientes, em média, são homens entre 24 e 40 anos que vivem na região Oeste da cidade. Sendo assim, se decidir por patrocinar postagens de sua loja nas redes sociais, não fará sentido divulgar para pessoas com menos de 24 anos ou mais de 40, ou para usuários que vivem na região Sul, certo?

Também leve em consideração o canal de comunicação por onde seus clientes conheceram seu estabelecimento. Se a maior parte de sua clientela é usuária assídua do Instagram, anunciar seus produtos no Tik Tok não é uma escolha eficiente, pois seu público não está nessa rede social.

Ao elaborar a estratégia de Marketing Digital do seu negócio, saiba que a Persona também é uma ferramenta muito útil. Persona é a representação fictícia do seu cliente ideal, ou seja, a pessoa para quem você quer vender. Enquanto o público-alvo é mais abrangente, a persona é uma definição mais restrita e detalhada.
Para saber mais, você pode acessar um dos posts da Akademy que aborda detalhadamente esse tópico.
Como proprietário de uma loja de vinhos, sua persona poderia ser Antônio, um executivo de 40 anos, casado, que viaja para o exterior à trabalho e gosta de experimentar vinhos internacionais, por exemplo.

2. Humanize sua marca
Tradicionalmente, os clientes levam em conta apenas o custo-benefício no momento de adquirir um produto, contudo, isso mudou na era digital.

A qualidade e o preço continuam a ser fatores importantes no momento de tomada de decisão, mas agora, o público também valoriza a empatia que a marca tem pelos problemas e necessidades de seu público; a experiência oferecida ao cliente durante todo o processo de compra; a acessibilidade e a responsabilidade social da marca.
Uma das formas mais objetivas de humanizar sua empresa por meio das redes sociais é mostrar sua equipe, pois isso mostra para o cliente que seu comércio é feito por pessoas comuns como ele, e não apenas por boots ou sistemas automatizados, que deixam a relação comerciante/cliente mais distante.

Outro item interessante para implementar a humanização em sua marca é mostrar a rotina e os bastidores de seu serviço, como o processo de embalagem dos produtos, o processo de criação de um serviço digital, quantos testes você fez antes de chegar no produto ideal que queria vender etc. Ver o cuidado e dedicação que você investe em toda a cadeia produtiva faz com que o público aprecie seu trabalho e confie nele.
Quer saber se sua empresa está no caminho certo para a humanização? A Akademy te ajuda, basta ler nosso artigo Sua marca é humanizada?.

3. Crie conteúdo de valor para ganhar autoridade

Muitos comerciantes usam as redes sociais de suas empresas apenas como vitrines digitais, onde podem expor seus produtos. Entretanto, como comentamos acima, o público já não procura apenas conhecer seu produto, mas também confiar em sua marca.

Ao postar apenas fotos daquilo que você vende, o público entende que a única coisa que sua empresa oferece é o produto e nada mais. Não há experiência do cliente, não há pós-venda, empatia ou suporte. Dessa forma, seu cliente em potencial tende a escolher não comprar de você, mesmo que seus produtos sejam de qualidade.
Alguns tipos de conteúdo que são úteis para seu público podem ser dicas de como aplicar seu produto no dia a dia, feedbacks de clientes satisfeitos e motivos para adquirir o seu produto.

4. Avalie os seus resultados

Para garantir que você desenvolva estratégias cada vez mais efetivas para seu negócio, é muito importante analisar as métricas das redes sociais frequentemente.

Cada plataforma oferece gratuitamente os dados que mensuram o desempenho do seu perfil. Informações como impressões, quantidade de novos seguidores e unfollows, quais posts tiveram maior alcance, qual o sexo e a idade predominantes do seu público, entre outros detalhes que vão te esclarecer sobre o que está dando certo na sua estratégia, ou o que ainda pode ser aperfeiçoado.

Faça da análise de métricas uma rotina, acessando e estudando esses dados semanal ou quinzenalmente, assim você acompanha seu progresso.

Temos certeza de que essas 4 dicas poderão melhorar a forma como o mercado e o público veem seu negócio. Aqui no blog da Akademy, nós temos diversos outros artigos que podem te orientar a inserir seu negócio no meio digital e conquistar o público que você sempre quis.

Nenhum comentário

Publique um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.